BEBIDA MILAGROSA

“Conhecemo-la graças ao Sr. Seto, que não é uma celebridade pública, é um homem normal como todos nós, que comprovou os resultados desta bebida visto que se curou da doença que padecia. O Sr. Seto tinha Câncer do pulmão e comenta que esta bebida lhe foi recomendada por um famoso ervanário da China. Ele tomou esta bebida, diligentemente, durante 3 meses e agora a sua saúde restabeleceu-se assombrosamente, tanto assim que, por isso, o quis torná-lo publico para dar a conhecer as maravilhas de uma alimentação saudável.É um alimento ao alcance de todos com um custo ínfimo. E é por isso que o Sr Seto quer chamar a atenção de quem padece de algum tipo câncer, ou qualquer outra doença, para esta bebida que protege o corpo do Câncer e outras doenças promovendo a cura.
Esta bebida milagrosa, segundo ele “trava”o desenvolvimento das células cancerígenas.”
EU ACHO QUE , SEM PENSAR EM MILAGRE, A BEBIDA, NO MÍNIMO É BEM SAUDÁVEL!

De que é feita????
A fórmula é muito simples, necessita somente:

1 Beterraba
2 Cenouras
1 Maçã
É tudo o que precisa para fazer o suco!!!!

Instruções :

Lave todas as frutas, anteriormente mencionadas, corte-as com a pele em bocados pequenos, ponha-os no mixer, mexa e, de imediato, beba o suco.
(Ou então use o liquidificador).

Se quiser, pode juntar um pouco de limão, para lhe dar um sabor mais refrescante.
Quando deve beber.?? De manhã em jejum!!! ….

Uma Hora DEPOIS recomenda-se tomar o café da manhã.

Para conseguir resultados rápidos Tome esta bebida 2 vezes ao dia:
Um copo pela manhã outro antes das 5 da tarde.Tome a bebida imediatamente depois de ter triturado os ingredientes.
Use para as seguintes doenças:
1) Para prevenir o Câncer e travar o crescimento das células cancerígenas.
2) Para prevenir doenças:
a) do fígado
b) dos rins
c) do pâncreas
d) da úlcera também.

3) Para fortalecer os pulmões, e prevenir:
um ataque cardíaco e a tensão arterial alta.

4) Para Fortalecer o sistema imunológico.

5) É boa para:

a) a vista
b) eliminar olhos vermelhos e cansados ​​ou secura nos olhos

6) Ajuda a eliminar a dor de:

a) esforço físico (treino intensivo);
b) dor muscular.

7) Para Desintoxicar
a) elimina a obstipação ( por isso, fará que a pele fique sã e radiante).
b) Ajuda no problema do acne.

8) Melhora:

a) o mau hálito devido à má digestão;
b) a infecção da garganta.
9) diminui as cólicas menstruais.

Não há absolutamente nenhum efeito secundário. É de alto valor nutritivo.

Muito eficaz se necessita perder peso. Vai dar-se conta que o seu sistema imunológico
melhorou depois de seguir a rotina durante umas 2 semanas.

Recebi esta receita de pessoa Idônea, mesmo assim agradeço que, quem já tiver usado me comente, e, quem quiser usar, comente pra contar os resultados. Vou experimentar e falarei o que resultou para mim. Um abraço

Anúncios

Pimenta Malagueta

“Hoje em dia, parece que tudo o que é bom faz mal, mas os amantes da comida indiana têm boas razões para alegrar-se.

Um estudo da Faculdade de Medicina da Universidade de Pittsburgh revelou que a capsaicina, o composto que torna as malaguetas picantes, combate activamente o câncer do pâncreas, levando as células cancerosas a autodestruírem-se.
Num estudo separado do Centro Oncológico M D. Anderson, da Universidade do Texas, descobriu-se que a curcumina, que se encontra no açafrão-das-índias e em muitos pós de caril, bloqueava uma via de passagem biológica necessária ao desenvolvimento dos melanomas e outros cancros. Já se sabia que a curcumina tinha propriedades anti-oxidantes e anti-inflamatórias;
Esta nova descoberta também pode ajudar a explicar porque é que a Índia registra menos casos de câncer do cólon, mama, próstata e pulmões do que outros países.”

Recebi por email. Particlarmente, uso e abuso da malagueta, que em Moçambique é conhecida como piri-piri. Lá encontravamo-la moída, que é só o que falta aqui. Mas existem liquidificadores para isso.
Então, experimentem, se concordarem com a notícia, que não é nova.

Câncer de Próstata

LEANDRO RABELAIS

O médico urologista petropolitano Michael Antunes de Cerqueira retornou dos Estados Unidos, precisamente de um estágio na Universidade do Colorado, localizada na cidade de Denver, com uma tecnologia revolucionária na bagagem; a crioablação de 3ª geração. A técnica é usada para a erradicação do câncer de próstata e câncer renal, utilizando-se de técnicas que não agridem o paciente e com alta porcentagem de cura. O mais interessante é que Petrópolis será única cidade na América Latina a oferecer o tratamento, graças a uma parceria do urologista com a universidade americana.
Vencedor do 1º Prêmio de Pioneirismo, Educação e Pesquisa Urológica, promovido no final de 2008 pela Handle Cook, Cerqueira estagiou na equipe coordenada pelo também urologista Fernando Kim, reconhecido mundialmente pelo seu trabalho e de onde nasceu a idéia de trazer o procedimento de ponta para o município.
Cerqueira é formado pela UniGranrio, com passagem profissional pela Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP) como médico cirúrgico. Também realizou cursos de urologia no Hospital Naval Marcilío Dias e pós-graduação em laparoscopia e transplante renal no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Participou ainda de um curso de especialização em Milão, na Itália.
Michael Cerqueira concedeu uma entrevista ao Diário de Petrópolis e explicou sobre o tratamento que já é considerado no exterior o futuro do tratamento de Próstata.
(leia a reportagem completa)
Você poderia explicar como funciona a nova técnica de combate ao câncer de próstata?

Dr Michael Cerqueira: Essa é uma técnica revolucionária e irá mudar o procedimento no tratamento do câncer de próstata e do câncer renal. A crioablação de 3º geração utiliza-se do procedimento de congelamento do tumor. São utilizadas agulhas finas, ao contrário das anteriores, que tem cerca de três milímetros. Estas agulhas são utilizadas especificamente para a inserção direta no tumor. Fazendo uso de um kit de inserção, podem ser incorporadas, removidas ou reposicionadas em poucos segundos, causando um mínimo de trauma. As agulhas são precisas na produção de bolas de gelo com o objetivo de criar uma região de temperaturas letais uniformes. A intervenção dura, em média, cerca de uma hora, com excelente taxa de cura, que fica compreendida entre 94% em pacientes de baixo risco. A pessoa submetida à intervenção vai para casa no mesmo dia e pode começar a se movimentar poucos dias depois da cirurgia.

O Leite

“O leite e seus derivados como queijos, cremes e manteiga são alimentos nutritivos, mas o seu uso diário e sistemático aumentou o risco de câncer de próstata em 42 países . No Japão a mortalidade por câncer de próstata era baixa em relação aos países ocidentais, aumentando significativamente após a Segunda Guerra Mundial, com a ocidentalização da dieta japonesa, quando o leite e derivados foram os itens alimentares que mais aumentaram em relação aos demais . Ficou estabelecido que o leite e derivados são fatores de risco para o câncer de próstata em 11 pesquisas publicadas entre 1984 e 2003”. Também são fatores de risco para outros tipos de câncer, principalmente o câncer de mama” .

As explicações disponíveis para estes fatos são as seguintes:

1) As gorduras saturadas do leite e derivados são excessivas e promovem o aparecimento do câncer. O tempo de promoção é longo, podendo passar 20 ou mais anos até surgir o câncer se não for interrompido o uso de leite e seus derivados .

2) A deficiência em fibras da alimentação, pelo uso sistemático de cereais e farinhas de cereais refinados, facilita a absorção destas gorduras.

3) As proteínas animais do leite e derivados e das carnes estimulam a síntese do I.G.F.1 (insulin like growth factor-l), fator de crescimento do câncer.

4) O alto teor em cálcio do leite e derivados suprime a conversão da 25 (OH) vitamina D para 1,25 (OH)2 vitamina D. Esta última tem efeito protetor contra o câncer de próstata .

5) O leite contém hormônios femininos . Os níveis circulatórios de hormônios femininos aumentam com o consumo de leite . O 17-B estradiol do leite é cancerígeno para a próstata .

6) O leite e derivados contêm altos níveis de I.G.F.-1 , para o crescimento do bezerro. Quanto mais leite e derivados consumimos, maiores os nossos níveis sanguíneos de I.G.F.-1. O I.G.F.-1 é fator de risco para câncer de próstata em seres humanos. Quanto mais elevados os níveis sanguíneos de I.G.F.-1, maior o risco de câncer de próstata .

7) O alto nível de estrógenos e I.G.F.-1 do leite desnatado promovem o aparecimento de câncer de mama em ratos . Portanto, além das gorduras saturadas existem outros fatores promotores do câncer no leite e derivados.

O leite e seus derivados vêm sendo pesquisados como fatores de risco para o câncer desde 1980, havendo 47 publicações que demonstram esta relação .

Os resultados destas pesquisas não foram divulgados à população, possivelmente porque o leite e derivados são uma importante fonte de nutrientes na alimentação atual, que compensam a expoliação em nutrientes dos cereais e farinhas refinados. Muitas vidas infelizmente estão sendo perdidas em conseqüência destes erros.

Sem dúvida o leite e seus derivados são alimentos nutritivos, tanto podemos observar que o bezerro, com 60kg ao nascer, pesa cerca de 500kg aos sete meses, tendo o leite como único alimento. Após esta idade, com dentição completa, este animal não mais irá ingerir leite.

Comparativamente o ser humano tem aproximadamente 3kg. ao nascer e 9kg. aos sete meses. O leite de vaca não tem composição projetada geneticamente para o nosso organismo. (Burkitt)

Poderá ser utilizado pela facilidade em sua obtenção, industrialização e transporte na ausência do leite materno ou em áreas de fome, transitoriamente.

O ônus do seu uso sistemático após a dentição completa é o aumento no risco de câncer, doenças cardiovasculares, diabete e obesidade, principais causas de invalidez, má qualidade de vida e morte em nosso país e no mundo industrializado.

Estas doenças surgiram ou aumentaram muito sua incidência, após a expoliação em nutrientes nos cereais, com o seu refinamento, que ocorreu entre 1850 e 1870, e o aumento compensatório no consumo de lácteos e carnes.

A O.M.S recomenda a substituição do arroz e farinha de trigo refinados pelos integrais. Esta modificação aumentará o teor nutricional do pão e massas em geral. Para passar no pão, deveremos utilizar o queijo de soja ou um “patê” de grão-de-bico e para beber, o leite de soja.

Assim, a alimentação será nutritiva sem o uso do leite de vaca e derivados.”

(parte do trabalho realizado pela nutricionista Denise Carreiro.

Hipertensão

Em reportagem do G1…

“A doença crônica mais apontada por médicos ou profissionais de saúde, em 2008, foi a hipertensão. O dado faz parte do suplemento de Saúde da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2008, divulgado nesta quarta-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de
Geografia e Estatística (IBGE).
Do total de casos de doenças crônicas diagnosticados no ano, 14% eram de hipertensão, e 13,5% de doença de coluna ou costas. Ainda segundo o estudo, artrite ou reumatismo corresponderam a 5,7% dos casos; bronquite ou asma, a 5%; depressão, a 4,1%; doença de coração, 4%; e diabetes, 3,6%. Os demais casos foram de tendinite, insuficiência renal crônica, câncer, cirrose e tuberculose.
Ainda segundo o levantamento, em 2008, 31,3% da população brasileira, ou 59,5 milhões de pessoas, tinham pelo menos uma doença crônica, e 5,9% das pessoas tinham três ou mais. As regiões Sul (35,8%) e Sudeste (34,2%) registraram os maiores percentuais de pessoas com pelo menos uma doença crônica, seguidas por Centro-Oeste (30,8%), Nordeste (26,8%) e Norte (24,6%).
Foi observado um percentual de mulheres com doenças crônicas superior ao de homens, com índices, respectivamente, de 35,2% e 27,2%. Em relação à idade, verificou-se que a proporção de pessoas com doenças crônicas crescia conforme aumentava a faixa etária.”
(leia mais)

Câncer de mama

“Um novo tratamento contra o câncer de mama, que permite reduzir a radioterapia a uma sessão de meia hora, está dando bons resultados nos testes com pacientes, dizem médicos da University College de Londres.

O tratamento, utilizado após a extração do tumor em casos nos quais o câncer não está em fase avançada, mata as células cancerígenas que podem ficar com uma emissão concentrada de radiação. Atualmente, as mulheres com câncer de mama se submetem a cinco sessões de radioterapia por cerca de seis semanas após a cirurgia.

Os médicos dizem que, assim que forem publicados os resultados dos testes, no final deste ano, será possível oferecer um só tratamento de radiação (conhecido pela sigla em inglês como IORT). O procedimento consiste na introdução de um aparelho esférico – do tamanho de uma bola de gude – na área em que estava o tumor, por meio da incisão criada durante a operação, e enquanto o paciente ainda está sob os efeitos da anestesia.

O aparelho propaga uma dose constante de raios X ao redor do local em que está o tumor. Segundo o jornal britânico The Times, os resultados desse teste, que levou dez anos, serão apresentados em junho na conferência da Sociedade Americana de Oncologia Clínica em Chicago (EUA).

Os pesquisadores esperam mostrar que o IORT é seguro e efetivo como as sessões convencionais de radioterapia. Participaram do estudo 77 pacientes no Reino Unido, Alemanha e Austrália. Destas, apenas duas – com idade média de 66 anos – voltaram a ter câncer de mama no mesmo local.

O oncologista Michael Baum, líder da equipe de cientistas afirmou que o aparelho custa em torno de 300 mil libras (R$ 814 mil) e é portátil. Por isso, seu acesso pode ser oferecido a mulheres que vivem longe das unidades de radioterapia, sobretudo no mundo em desenvolvimento.”

“Copyright Efe – Todos os direitos de reprodução e representação são reservados para a Agência Efe.”

Cura pela água

Método de tratamento:
1. De manhã e antes de escovar os dentes, beber 2 copos de água.
2. Escovar os dentes, mas não comer ou beber nada durante 15 minutos.
3. Após 15 minutos, você pode comer e beber normalmente.
4. Depois do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada durante 2 horas.
5. Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 2 copos de água, no início podem começar por tomar um copo de água e aumentar gradualmente.
6. O método de tratamento cura os doentes e permite aos outros desfrutar de uma vida mais saudável.

Doenças tratadas:
Dores de cabeça, dores no corpo, problemas cardíacos, artrite, taquicardia, epilepsia, excesso de gordura, bronquite, asma, tuberculose, meningite, problemas do aparelho urinário e doenças renais, vômitos, gastrite, diarreia, diabetes, hemorroidas, todas as doenças oculares, obstipação, útero, câncer e distúrbios menstruais, doenças de ouvido, nariz e garganta.

A lista que se segue apresenta o número de dias de tratamento que requer a cura das principais doenças:
1. Pressão Alta – 30 dias
2. Gastrite – 10 dias
3. Diabetes – 30 dias
4. Obstipação – 10 dias
5. Câncer – 180 dias
6. Tuberculose – 90 dias
7. Os doentes com artrite devem continuar o tratamento por apenas 3 dias na primeira semana e, desde a segunda semana, diariamente.

É melhor continuarmos o tratamento mesmo depois da cura, porque este procedimento funciona como uma rotina nas nossas vidas. Beber água é saudável e dá energia.
Isto faz sentido: o chinês e o japonês bebem líquido quente com as refeições, e não água fria.
Talvez tenha chegado o momento de mudar seus hábitos de água fria para água quente, enquanto se come. Nada a perder, tudo a ganhar!

(colaboração de António O.)