Escola versus violência

att1D51
Este é o retrato da educação a nível mundial. O Brasil ocupa o 4º pior do ranking. Na realidade, até acredito que essa pesquisa esteja um pouco defasada, já que é difícil imaginar situação pior que a que encontramos nas nossas escolas. Principalmente nas escolas públicas, onde os alunos vão para a escola continuar o que fazem em casa, ou seja nada de aproveitável e muito de falta de respeito com a escola, os professores e os próprios alunos que deveriam aproveitar a oportunidade que lhes está sendo dada.
Perguntamo-nos várias vezes o que levou a esse estado de caos generalizado nas escolas. Particularmente acredito que o caos partiu do lar de alguns alunos e, infelizmente, de alguns professores e da impunidade que acompanha a desordem e a violência. Foram-se há muito tempo as regras e limites que deixavam claro quem era quem, sem autoritarismo mas com autoridade e hierarquia. O professor passou de educador a “personna non grata”. O aluno se diverte fazendo o professor de otário, isso para dizer o mínimo. É uma vergonha o que acontece na educação.
Agora culpar professores ou alunos pela situação vai resolver? Sabemos que não. Então o que resolve? Que Deus me perdoe, mas chego a lembrar de Sodoma e Gomorra, nas devidas proporções. Tem coisas que só mudam quando cortadas pela raiz. Eu colocaria um camburão na porta de cada escola, colocaria um policial na porta de cada sala de aula, isto para conter a violência. Entraria com um programa de educação que colocasse essas regras e limites que fizeram um dia da escola o segundo lar, e a par disso daria condições às escolas para que seus professores e alunos sentissem interesse em aproveitar o tempo que passam lá. Ao exigir do professor competência tem que ser-lhe dadas condições para realizar o seu trabalho com tranquilidade e segurança. Depois, que se peneirem os professores engajados no trabalho, para que os relapsos que sabemos que existem, não sejam confundidos com os que querem levar o ensino e a sua responsabilidade para a sala de aula.

Anúncios

Carta de um pai

Faço questão de colocar estas palavras aqui. Não muda a situação mas pode indignar. Será que ainda temos a capacidade de nos indignarmos com estas notícias?
Carta escrita por Gilmar Yared pai de uma das vítimas do acidente
causado pelo Deputado Fernando Carli.
”Olá queridos amigos!
Vocês não imaginam a importância de ter amigos. Neste momento de muita dor, onde a tristeza tomou conta de minha alma, onde a vontade de viver dá lugar a de morrer, receber as muitas mensagens através de
telefonemas, e-mails tem sido um refrigério.
Ontem a equipe da TV paranaense esteve em minha casa, gravamos uma matéria que revelava bem a nossa indignação. Mas infelizmente cortaram e colocaram apenas o que não poderia repercutir ou seja nada comparado ao que falamos.
Vejo o Poder Publico sendo colocado à disposição do deputado para
diminuir as evidências deste crime.
No posto de gasolina onde praticamente tudo começou, o frentista
revelou que no dia seguinte onde nós chorávamos a morte de meu filho,
os advogados do deputado já estavam trabalhando recolhendo evidências.
Conversando com o frentista, o mesmo comentou que ouvindo a conversa deles, estes afirmavam que o deputado estava embriagado. No Hospital Evangélico, enfermeiros comentam que foi encontrada cocaína em seu sangue e tudo foi escondido pelas autoridades, médicos e imprensa.
Por que tanta impunidade? 190 km por hora foi a velocidade cravada no
velocímetro e o delegado responsável pelo caso, disse desmentindo as
primeiras informações oficiais que o velocímetro estava em zero.
Que poder é este que destrói a família?
O poder político não é maior que o poder de Deus e não pode estar
acima do bem e do mal.Meu irmão apresentador da TV Educativa, foi afastado de seu programa.Na CBN colegas jornalistas estão indignados com o cerceamento de informações.
Autoridades de nosso estado, com certeza vocês fizeram um pacto e não foi com Deus.
Imagino que haja pessoas decentes que irão reverter este quadro.
Sei que tudo irá passar e que enfrentarei muitos desafios a partir de agora.
Peço a Deus que nos dê forças e nos proteja.
Amigos, poderia estar acontecendo com qualquer um de vocês. Fui
escolhido para suportar tamanha dor acompanhado desta grande
injustiça. Obrigado pelas homenagens ao meu filho.”
Leiam sobre o nobre deputado:
O deputado estadual, de 26 anos, estava com a habilitação suspensa. Ele tinha 130 pontos na carteira. Nos últimos seis anos recebeu 30 multas, 23 por excesso de velocidade.

O que elege um político? Ao eleger um político que variáveis são usadas? Me pergunto o que levou esse rapaz, perdão, nobre autoridade, ao poder?!

Pornografia vira traição ou o inverso…

Acho que neste caso foi o inverso. Aconteceu na Tailândia e o marido enganado esperou 5 anos para se vingar do amante da esposa. Por causa disso vai ser processado e o “outro” que era seu amigo. Pois é. Muito cuidado para quem frequenta motéis. Façam uma boa inspeção antes para não terem surpresas.(Leiam a notícia)

Aumenta o número de homens violados pelas mulheres

Esta é uma manchete do IOL Diário do dia 14 de Abril e a notícia refere-se à situação em Moçambique. Se a moda pega por aqui, vai faltar delegacia para prestar queixa e hospital para tratar. Não consigo imaginar uma manchete dessas retratando o Brasil. Os machões do pedaço serem violentados sexualmente pelas mulheres é coisa que soa a ficção aqui. Mas lá os machos não devem ser tão machões quanto elas. Violência é ruim em qualquer embalagem. Vale a pena ler.

Abuso

sofrerOntem me vi diante de mais um caso de extrema crueldade. Uma adolescente mantida prisioneira por seus tios em um porão, sem ventilação, com duas crianças, uma das quais nascida há sete dias. O pai das crianças, seu tio, contava com a ajuda da esposa nesse quadro doente e maldoso.(Recomendo acompanhar o programa da Discovery – Atração Fatal)
Não se sabe há quanto tempo o cativeiro durava, a menina não soube responder, só se sabe que ela veio do nordeste com 8 anos. Façam-se as contas.
A polícia seguiu uma denúncia de suspeita de algo errado estar acontecendo na casa. Como conseguiram manter esse segredo em um lugar onde as casas se amontoam? Quando a polícia chegou ninguém apareceu. Parecia casa vazia até que encontraram a entrada do porão. Um dos nenéns, carregado pela mãe, estava nu e podiam ver-se marcas de sarna, e a menina ainda sangrava devido ao parto de há sete dias. Pode imaginar-se o sofrimento que essas crianças agüentaram, em especial essa menina-mãe.
Esta é a raça humana. Também prefiro os bichos.

Obs. Olhei alguns sites para pegar referências da notícia e não encontrei nada. Assisti a reportagem no Record News, ontem à noite.

Pedofilia (cont.)

selocontraapedofilia1Ontem, em uma cidade perto de Andradina, Muritinga do Sul, foram presos 7 pedófilos que faziam parte de uma quadrilha. A notícia falou em um grupo de sitiantes. Ao ver essa cambada sair do camburão da polícia observamos que nenhum demonstrava vergonha ou acanhamento. Uns saíram rindo, um deles sem camisa, nenhum algemado (proibidas as algemas). Parecia uma excursão de 7 pessoas despreocupadas em visita à delegacia da cidade. Agora me digam: numa cidade de três mil habitantes como conseguem esconder essa “farra”? Na cidade onde moro, de aproximadamente 250.000 habitantes, foi descoberto um grupo de pedófilos, quadrilha, título conquistado na política. Claro que não aconteceu nada com eles, mas ninguém esperava que acontecesse. Mas numa cidade pequena… As pessoas costumam conhecer-se. E, não foi um caso isolado. Foram alguns adolescentes entre 12 e catorze anos. Fala-se, inclusive, no consentimento de uma mãe. Enfim, vamos acompanhar e ver o que acontece.