Brasil no Youtube

pauta7 Escute Zé Ramalho numa música de protesto sobre a situação no Brasil. Vivemos em um país onde ainda se canta livremente. Então, nem tudo está tão ruim.

Anúncios

Tempo

a-vovo-tpmSempre tive tempo para tudo. Tempo nunca foi problema para mim, apesar da minha desorganização. O grande problema é o que fazer com o tempo que tenho… Não sou dada a obrigações. Apesar de “avançada” na idade, continuo rebelde e prefiro me dedicar ao ócio a me comprometer com algo mais interessante, nos meus momentos de lazer. Acho que por isso, nos finais de semana o meu blogue fica mais abandonado. Não é por falta de assunto, já que esse nunca falta, como diz o Orlando. Neste final de semana revi a entrega dos Grammy na tv e me deliciei com algumas músicas dos anos 60 . Daí para a internet, via youtube, é um pulo. Escutei muita música, gravei alguns vídeos e me enchocolatrei (se não conhecem aceitem como neologismo – o que acredito não seja).
Maravilha de final de semana, não fosse a calça que hoje custou para entrar. Mas há males que, apesar de evitáveis, são necessários.
Será algum tipo de TPM ou apenas SC?

O poder da internet nos tribunais

1. Orkut e Youtube agora são provas judiciais
A reportagem não saiu com muito destaque na edição desta sexta-feira do Valor Econômico, mas revela uma tendência importante nos tribunais brasileiros: a aceitação de conteúdo do Orkut e do Youtube como prova judicial. O jornal cita alguns casos, como o de um funcionário de uma empresa que aparecia, num vídeo do Youtube, fazendo manobras perigosas com uma empilhadeira, sem autorização. A companhia usou as imagens para comprovar a demissão por justa causa, o que foi aceito pela Justiça do Trabalho. Em outro caso, um recado no Orkut (“Irmãozinho, conte comigo amanhã no fórum”) foi suficiente para caracterizar o falso testemunho de uma pessoa que havia negado ter uma relação de amizade com o réu de um processo trabalhista. É claro que, no ambiente virtual, ainda é relativamente fácil forjar uma informação, ou seja, a Justiça precisa tomar cuidado com a veracidade da prova. Por outro lado, porém, é um aviso para quem imagina que a web continua a ser território livre para fazer o que bem quiser.(BR)