O Estresse na nossa vida!

O estresse psicológico está associado com a perda da capacidade do organismo em regular a resposta inflamatória, dá conta um novo estudo publicado nos “Proceedings of the National Academy of Sciences”.

Nas últimas cinco a seis décadas, os investigadores associaram o stress ao desenvolvimento de doenças, nomeadamente depressão, doenças cardiovasculares e infecciosas. “Não existem muitas dúvidas que os indivíduos stressados apresentam maior risco de desenvolver estas doenças ou as contraem com maior severidade. Mas como é que o estresse afeta o desenvolvimento da doença é uma questão que ainda permanecia por responder”, revelou em comunicado de imprensa, o líder do estudo, Sheldon Cohen.
Uma possibilidade que tem sido proposta é que os indivíduos estressados são simplesmente menos saudáveis pois fumam, ingerem maiores quantidades de álcool e dormem menos horas. A outra possibilidade, avaliada agora neste estudo, é que os hormônios que respondem ao estresse poderão desempenhar um papel importante no desenvolvimento das doenças.
Para testar esta hipótese os investigadores da University of Pittsburgh, nos EUA, contaram com a participação de 276 indivíduos saudáveis que foram submetidos a um questionário para avaliar o seu grau de estresse. Os participantes foram expostos a um vírus causador da gripe comum e acompanhados, ao longo de cinco dias, de forma a verificar a existência de algum sinal de infecção e doença.
Os investigadores constataram que os eventos estressantes prolongados estavam associados com a incapacidade de as células do sistema imunológico responderem aos sinais hormonais que regulam a inflamação. Assim, os indivíduos incapazes de regular a resposta inflamatória foram mais suscetíveis ao desenvolvimento da gripe quando expostos ao vírus.
Num segundo estudo, foi avaliada a capacidade de 79 indivíduos regularem a resposta inflamatória sendo estes posteriormente expostos ao vírus da gripe. O estudo apurou que os indivíduos com menor capacidade em regular a resposta inflamatória produziam mais citoquinas pró-inflamatórias, mensageiros químicos que despoletam a inflamação, quando infetados.
“A capacidade do sistema imunológico em regular a inflamação dita quem irá desenvolver gripe, mas mais importante ainda é que fornece uma explicação de como o estresse promove a doença”, revelou Sheldon Cohen. ”Sob estresse, as células do sistema imunológico são incapazes de responder ao controle hormonal e, consequentemente, produzem níveis de substâncias inflamatórias que promovem a doença. Como a inflamação desempenha um papel importante em várias doenças como as cardiovasculares, asma e doenças autoimunes, este modelo explica como é que o estresse tem impacto nestas doenças.”
“Agora, sabendo isto, é importante identificar quais as doenças que são afetadas pelo estresse e adotar medidas de prevenção nos indivíduos cronicamente estressados”, conclui o investigador.

No meu caso, a pesquisa chegou um tanto atrasada….rs melhor rir!!!!!

Anúncios

Grão de Bico

O grão-de-bico é um alimento mais rico do que o feijão em muitos aspectos.
Entre 20 e 30% de sua constituição é pura proteína. Possui muitas fibras, zinco, potássio, ferro, cálcio e magnésio. Se for consumido todos os dias, faz ganhar massa muscular, aumenta o bom humor, reduz o nível de colesterol ruim e regula o intestino.
Mas sua qualidade mais famosa é de gerar felicidade: possui mais triptofano do que o feijão, o mesmo aminoácido essencial que faz do chocolate essa bela fonte de bem-estar e redução do estresse.
“Em seres humanos metabolicamente normais, o aumento do consumo do grão-de-bico tem como conseqüência uma maior produção da serotonina”, destacam Leonardo S. Boiteux e Maria Esther de Noronha Fonseca, do Laboratório de Melhoramento Genético & Análise Genômica do Centro Nacional de Pesquisa de Hortaliças (CNPH) da Embrapa Hortaliças, em Brasília.
Por ter ômega 3 e 6, é indicado para prevenir doenças cardiovasculares. E quem tem diabetes ou está lutando contra a obesidade também pode se beneficiar da leguminosa.
“Tem carboidratos complexos, ou seja, possuem uma metabolização lenta no organismo. Por também ser rico em fibras, proporciona sensação de saciedade e a pessoa só vai sentir fome bem mais tarde”, explica a nutricionista baiana Solange Carvalho.
Os pesquisadores da Embrapa Hortaliças destacam que as sementes do grão-de-bico também acumulam mais fitoestrogênios do que as do feijão – substâncias que têm ação preventiva na osteoporose e de problemas cardiovasculares. Os fitoestrogênios também são usados na reposição hormonal após a menopausa.

Memória e estresse

gatinhoO Fantástico de ontem foi um programa que fugiu um pouco da rotina. Vários foram os assuntos interessantes e um deles ficou por conta do estudo sobre memória. Segundo a notícia, o que nós vimos no filme Eternal Sunshine of the Spotless Mind pode tornar-se realidade. O problema é que junto com as memórias inconvenientes vão-se as memórias que não gostaríamos de perder.
Falando em memória, é bom lembrar que o estresse está entre um dos mais fortes responsáveis pela memória prejudicada. As situações de estresse afetam os indivíduos de maneiras bem diferentes. Ver-se em situações de impotência é uma das causas de estresse; sentir-se injustiçado, não compreendido, rejeitado, tudo são causas de estresse emocional com somatizações várias. Como se evita o estresse? Não é fácil, mas acredito que conhecer-se profundamente, tendo claro as aptidões, competências, limites, valores, seja um caminho que auxilia a evitar o estresse. O problema é que a maioria de nós vive em espelho. É a sociedade que nos diz o é bom para nós, é a comunidade que nos aponta nossas falhas, inclusive dentro da família. Ao longo dos anos vamos sedimentando em nossas vidas as opiniões que nos ajudaram a formar a nossa auto-estima. Um dia talvez precisemos parar de levar a sério algumas críticas e confiar mais em nossos julgamentos. Até lá quem sabe as pesquisas lideradas pelo Dr Andre Fenton estejam ao nosso alcance e tornem a nossa vida mais branda. Enquanto não chega essa ajuda podemos recorrer à hipnose condicionativa ou à psicoterapia, ou ainda, ao nosso espelho pendurado lá em casa. Você é a melhor pessoa que o espelho pode mostrar-lhe. Então,ame essa pessoa e tenha sempre presente que você não pode agradar a todos, mas precisa agradar a você. E, isso, não é tão difícil.

Continua a maré…

diaboDefinitivamente a maré não está pra peixe. No que me diz respeito não aparece notícia boa. Cada vez as coisas se complicam mais e eu estou no meu limite. Hoje fiquei quase 2 horas na Tim tentando resolver problemas com as minhas contas de telefone e de web. Muito bem atendida até que o atendente conseguindo cancelar o serviço que eu não tinha solicitado ficou com cara de “tacho” quando lhe mostrei a mensagem que tinha acabado de chegar avisando que o serviço tinha sido reativado. Como ele não tinha uma resposta adequada para o sucedido me diz com a maior cara lavada”…senhora, esse serviço não ativa sozinho… a senhora deve ter tocado em alguma tecla.” Gente ou eu estou ficando louca ou o povo está achando que estou gagá. Quase rebentei o telefone na cabeça do coitado. Eu não saí da mesa dele, ele só me passou o telefone e eu olhei para confirmar a mensagem que avisava do problema resolvido e vi a outra mensagem que reativava o serviço. Antes que eu pire de vez já acionei advogado. Chega de me estressar.
Para culminar, tenho um dinheiro no banco dependendo de um email de Portugal para que eu possa movimentá-lo. O email chegou mas a funcionária só olhou o seu computador 15 minutos antes das 14:00 hrs, o que lhe deixou apenas 15 minutos para assinar a autorização que o libera…
Então, dinheiro depositado desde o dia 04 de Março, vai esperar até segunda-feira para que eu possa movimentá-lo.
Vai ver que eu também devo ter encostado meu dedo em alguma tecla errada desta vez.
E aí? Devo esperar dias melhores ou espero a maré continuar? Imaginem a quantidade de fdp que já saiu desta santa boca. Finesse nestas horas vai prá pqp… Minha saúde mental corre sérios riscos…