Mel e Canela

A mistura de mel e canela cura a maioria das doenças.
Apesar de ser doce, a ciência demonstrou que, tomado em doses normais como medicamento, o mel não faz mal aos diabéticos.

A revista ‘Weekly World New’, do Canadá, na sua edição de 17/01/1995, publicou uma lista das doenças que são curadas pelo mel, misturado com canela

ARTRITE E INFECÇÕES DE RINS

Misturar uma xícara de água morna com 02 colheradas de mel e 01 colherinha de canela em pó. Beber uma xícara de manhã e uma de noite.
Se tomar com frequência pode até curar a artrite crônica, além de eliminar os germes que produzem infecção nos rins.
Numa pesquisa feita na Universidade de Kopenhagen,  os médicos deram aos seus pacientes diariamente, antes do café da manhã, 01 colherada de mel e meia colherada de canela em pó.
Em uma semana, de 200 pacientes que seguiram o tratamento, 75 deixaram de ter dor inteiramente.
Um mês depois, todos os pacientes estavam livres da dor, mesmo aqueles que quase já não conseguiam caminhar.

COLESTEROL

2 colheradas de mel com 03 colherinhas de canela misturados em meio litro de água..
Tomar 03 vezes ao dia.
Isto reduz o colesterol em 10%, em duas horas.
Tomado diariamente, elimina o colesterol ruim.

RESFRIADOS

Para curar completamente sinusite, tosse crônica e resfriado comum ou severo, misturar 01 colherada de mel com 01 colherinha de canela em pó e tomar com frequência.

DOR DE GARGANTA

1 colherada de mel, misturada com meia colher de vinagre de sidra.
Tomar de 4 em 4 horas.

PERDA DE PESO

Diariamente, meia hora antes de deitar e meia hora antes de tomar o café da manhã, beba mel com canela numa xícara de água.
Se beber todos os dias, reduz  o peso até de pessoas muito obesas.

VELHICE

Também evita os estragos da idade quando se toma regularmente.
Misture 01 colherada de canela e 03 xícaras de água.
Ferva para fazer um chá. Quando amornar, coloque 04 colheradas de mel.
Beber um quarto (1/4) de xícara, 03 ou 04 vezes ao dia.
Mantém a pele fresca e suave, e, diminui os sintomas da idade avançada.
Beber este chá alonga a vida e até uma pessoa de 100 anos pode melhorar muito e se sentir como alguém muito mais jovem

PICADAS DE INSETOS

Misture 01 colherinha de mel, 02 colherinhas de água morna e 01 colherinha de canela em pó. Faça uma pasta com os ingredientes e esfregue-a suavemente sobre a picada.
A dor e a coceira irão desaparecer em um ou dois minutos.

DIVERSOS

A mistura de mel com canela alivia os gases no estômago, fortalece o sistema imunológico e alivia a indigestão.

O MEL NÃO DEVE SER FERVIDO

Grupo Alternativo Amor e Luz
Hospital Espiritual Dr. Adolfo Bezerra de Menezes
R. Brigadeiro Galvão, 684 – Barra Funda
São Paulo –  Capital – Brasil
(11) 3822.5687

(colaboração de A.O.)

Anúncios

Cura pela água

Método de tratamento:
1. De manhã e antes de escovar os dentes, beber 2 copos de água.
2. Escovar os dentes, mas não comer ou beber nada durante 15 minutos.
3. Após 15 minutos, você pode comer e beber normalmente.
4. Depois do lanche, almoço e jantar não se deve comer ou beber nada durante 2 horas.
5. Pessoas idosas ou doentes que não podem beber 2 copos de água, no início podem começar por tomar um copo de água e aumentar gradualmente.
6. O método de tratamento cura os doentes e permite aos outros desfrutar de uma vida mais saudável.

Doenças tratadas:
Dores de cabeça, dores no corpo, problemas cardíacos, artrite, taquicardia, epilepsia, excesso de gordura, bronquite, asma, tuberculose, meningite, problemas do aparelho urinário e doenças renais, vômitos, gastrite, diarreia, diabetes, hemorroidas, todas as doenças oculares, obstipação, útero, câncer e distúrbios menstruais, doenças de ouvido, nariz e garganta.

A lista que se segue apresenta o número de dias de tratamento que requer a cura das principais doenças:
1. Pressão Alta – 30 dias
2. Gastrite – 10 dias
3. Diabetes – 30 dias
4. Obstipação – 10 dias
5. Câncer – 180 dias
6. Tuberculose – 90 dias
7. Os doentes com artrite devem continuar o tratamento por apenas 3 dias na primeira semana e, desde a segunda semana, diariamente.

É melhor continuarmos o tratamento mesmo depois da cura, porque este procedimento funciona como uma rotina nas nossas vidas. Beber água é saudável e dá energia.
Isto faz sentido: o chinês e o japonês bebem líquido quente com as refeições, e não água fria.
Talvez tenha chegado o momento de mudar seus hábitos de água fria para água quente, enquanto se come. Nada a perder, tudo a ganhar!

(colaboração de António O.)

Cuide-se

Só porque a diabetes bateu à porta não acabou o prazer de se alimentar. É só seguir algumas regras, que incluem açúcar e gorduras que dão o sabor aos alimentos.
Para descobrir como carboidratos, proteínas e gorduras – em quantidades e combinações diferentes – afetam os seus níveis de glicose no sangue, faça experimentos com eles. Comece comendo como de costume. Então comece a introduzir uma variedade maior de alimentos. Desfrute de tipos diferentes de carboidratos, de molho de tomate a batatas, biscoitos a feijões verdes, e de pão a mirtilos. Coma uma variedade de proteínas, de ovos a queijo e de peru moído a costela. Existem vários tipos de gorduras, de manteiga a margarina e de creme de leite a maionese.
Mantenha anotações detalhadas e precisas sobre as quantidades de alimentos que você come e a quantidade dos nutrientes no alimento, e teste freqüentemente os seus níveis de glicose no sangue para ver como o seu nível de insulina corresponde ao seu consumo de comida. Teste antes de comer e depois uma, duas, três e quatro horas após a refeição. Passe os resultados para o seu médico.
Independente das atividades que você escolher, certifique-se de que elas sejam agradáveis para você e leve em consideração suas habilidades e suas condições físicas. As atividades não precisam ser exercícios no sentido tradicional, desde que elas coloquem você em movimento. Dançar, levar o cachorro para passear, andar de bicicleta, cuidar do jardim e até caminhar são atividades válidas.
Conversar com seu médico é uma boa maneira de iniciar um programa de exercícios para diabéticos.
Não se preocupe, pois chegar a uma variação-alvo produtiva, porém segura, ao se exercitar não é tão difícil quanto parece. Primeiro, determine a freqüência limite de batimentos cardíacos usando a fórmula a seguir:
1. Subtraia sua idade de 220.
2. Multiplique o resultado por 0,5 para determinar o ponto baixo da freqüência limite.
3. Multiplique o resultado do passo 1 por 0,7. Esse é o ponto alto de sua freqüência limite.
Por exemplo, uma pessoa com 45 anos, que queira fazer exercícios com 50 a 70% de seus batimentos cardíacos máximos, teria um intervalo de freqüência limite de 88 e 123 batidas por minuto. Veja a seguir como o cálculo foi feito.
220 – 45 = 175
175 x 0,5 = 87,5
175 x 0,7 = 122,5
Agora que você já determinou sua freqüência limite de batimentos cardíacos, você pode calcular com que intensidade você está se exercitando.
As informações contidas neste “post” foram retiradas da uol saúde.
Mais informações consulte como tudo funciona na página da uol.
Não esqueça de não exagerar tanto na alimentação quanto no exercício. Ser comedido é o segredo. E a vida continua…

Diabetes

Normalmente nos referimos à diabetes como sendo a doença do excesso de açúcar no sangue. A glicose que ingerimos a partir dos alimentos, é introduzida no sangue através da insulina produzida pelo pâncreas.Ou seja, quando o organismo não produz, produz insuficientemente ou não processa a insulina de forma adequada, há um aumento das taxas de glicose no organismo que, em níveis elevados, pode ser tóxica e levar a uma série de conseqüências.
Controlar o diabetes de forma adequada significa adotar mudanças de hábitos já bem conhecidos: reeducação alimentar, exercícios, além de vigilância constante.
1º passo: estabeleça horários para as refeições, distribuindo-as em 5 ou 6 refeições diárias.
2º passo: consuma tipos variados de verduras, legumes e frutas – prefira sempre aqueles de coloração intensa, como os verdes escuros e amarelos.
3º passo: escolha alimentos ricos em fibras, como verduras, frutas, legumes, feijão, cereais integrais (arroz e pão integral) e farinhas (aveia, trigo).
4º passo: evite alimentos ricos em açúcares, como doces, refrigerantes, chocolates, balas e outras guloseimas.
5º passo: consuma pouco sal de cozinha; evite alimentos com alto teor de sal. Prefira ervas (salsa, coentro, cebolinha, orégano) ou limão, para tornar as refeições mais saborosas.
6º passo: diminua o consumo de gordura(frituras,margarina,manteiga).
7º passo: evite o fumo e as bebidas alcoólicas
8º passo: beba muita água no intervalo das refeições e não muita de uma vez (evite refrigerantes)!
9º passo: mantenha um peso saudável(consulte a sua nutricionista ou, se não tem procure uma).
10º passo: procure ter uma alimentação saudável e uma atividade física regular e moderada. Não esqueça que correr de nada vai adiantar se o seu condicionamento físico não o permite. Faça caminhadas com alguem para que o exercício seja prazeroso.
E, agora, para mostrar que na vida do diabético nem tudo é sacrifício, siga esta receita:

Foto: Fábio Castelo
Produtora de objetos: Andréa Silva
Produtora culinária: Silvia Marques
Produção: Pepper, Suxxar e Roupa de Mesa

Bolo Formigueiro
Rende 16 pedaços – Valor calórico 224 kcal

Ingredientes 4 ovos (claras e gemas separadas)
5 g de emulsificante para sorvete
1 xícara de chá de adoçante forno e fogão
2 colheres de sopa de margarina
1 xícara de chá de leite desnatado
2 1/2 xícaras de chá de farinha de trigo peneirada
2/3 xícara de chá de coco ralado fresco
1 colher de chá de essência de baunilha
3/4 xícara de chá de chocolate diet granulado
1 colher de sopa de fermento em pó
Margarina e farinha de trigo pra untar e polvilhar

Modo de preparo Em uma batedeira, leve as claras para bater. Quando estiver quase em ponto de neve, junte o emulsificante e bata até o ponto de neve. Reserve.
Em outra tigela, leve para bater na batedeira as gemas, o adoçante e a margarina até esbranquiçar. Acrescente o leite, a farinha, o coco e a essência e bata para misturar.
Retire da batedeira e, a mão, misture delicadamente o chocolate granulado, as claras em neve e o fermento em pó peneirado.
Em uma fôrma untada com margarina e enfarinhada com farinha de trigo, despeje a massa e leve para assar em forno preaquecido, a 180 graus, por 40 minutos. (chef Flora Spolidoro)

Maçã

Uma maçã contem os seguintes nutrientes:
Fósforo
Cobre
Ferro
Celulose
Potássio
Cálcio
Carboidratos
Sódio, Vitamina A , Vitamina B e Vitamina C .
Contém vitaminas B1, B2, Niacina e sais minerais como Fósforo e Ferro.

As vitaminas do Complexo B em geral ajudam a regular o sistema nervoso, o crescimento, evita problemas de pele, do aparelho digestivo e queda dos cabelos.

O Fósforo previne a fadiga mental, além de contribuir para a formação de ossos e dentes.

O Ferro é importante na formação do sangue. Além disso, é muito rica em substâncias chamadas Flavóides. Essas substâncias diminuem a oxidação do colesterol, impedindo que ele se acumule nas artérias.

É rica em quercetina, substância que ajuda a evitar a formação dos coágulos sanguíneos capazes de provocar derrames.

A maçã é recomendada para pessoas com problemas de intestino, obesidade, reumatismo, gota, diabetes, enfermidades da pele e do sistema nervoso.

A sua casca seca é empregada como chá para purificar o sangue e como diurético.

A pessoa que come pelo menos cinco maçãs por semana, respira melhor. Em recentes estudos realizados por diversos pesquisadores, homens que comeram quase uma maçã por dia, tiveram função pulmonar mais forte do que os que excluíram a fruta do cardápio. Pela sua propriedade antioxidante, a maçã retarda o envelhecimento, além de prevenir o aparecimento de cânceres, pois fitonutrientes da maçã preservam as células.

Para melhor aproveitamento das suas vitaminas, o ideal é consumi-la ao natural com casca, pois é nela que se encontra a maior parte das suas vitaminas e os sais minerais.
Então está esperando o quê para ficar saudável?