Em Marília…

…onde mais?????????

Reunião sobre fechamento termina sem respostas
18/05/2010
Ana Carolina Godoy

Ontem a diretora do DRS IX (Departamento Regional de Saúde de Marília e Região), Rita Maria Garrossino Bayer, se reuniu com os funcionários do NGA (Núcleo de Gestão Assistencial), conhecido como Postão da avenida Santo Antonio, para informá-los sobre o fechamento do ambulatório. No entanto, apesar da expectativa de esclarecimento, os servidores deixaram o encontro com mais perguntas do que respostas. A representante do Estado não aceitou falar com a imprensa.
A reunião aconteceu depois que a notícia do fechamento do NGA já havia percorrido todos os corredores do ambulatório e chegado ao conhecimento dos usuários, pelo próprio serviço e pela imprensa. Apesar de tardia, havia a expectativa de que o futuro do ambulatório de especialidades, mantido pelo Estado, fosse esclarecido.
Porém, mesmo com mais de duas horas de duração, essa primeira reunião não atendeu aos anseios dos funcionários, que se preocupam com o futuro profissional e com o atendimento à população. Um deles deixou o ambulatório com o comentário de que muito se falou, mas nada foi informado.
Outras duas servidoras cogitam o pedido de aposentadoria, se não quiserem ser transferidas para outro serviço. “Eu amo isso aqui”, mencionou uma delas emocionada. Um quarto trabalhador ainda afirmou que haverá perda salarial e que não sabe quantos deles poderão continuar no NGA ou terão que ser absorvidos por outros serviços.
O diretor da subsede do SindSaúde, Domingos Benedito, também não tem as respostas. Ele fez questão de participar da reunião, mas não houve um posicionamento por parte da diretora do DRS IX. O sindicalista não recebeu informações sobre o motivo do encerramento do NGA ou da terceirização do espaço para a Famema (Faculdade de Medicina de Marília).
Quanto aos usuários não é diferente, eles ainda terão que se contentar com as interrogações. Apesar da imprensa ser o canal de comunicação mais eficaz com a população, a diretora do DRS IX ignorou a presença dos repórteres na saída do NGA. Após o término da reunião, saiu apressadamente e, ao ser abordada, disse apenas que os profissionais deveriam procurar a assessoria da Secretaria da Saúde.
Apesar de todas as evidências, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Saúde mais uma vez negou o fechamento do NGA e não viabilizou entrevista com nenhuma autoridade sobre o assunto ou sobre a reunião de ontem. Um dos problemas da centralização de jornalistas assessores na capital paulista, distante do que acontece nos demais municípios.

(Jornal da Manhã)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s