Banco de Portugal empresta mais de mil milhões ao FMI

O Banco de Portugal e o Fundo Monetário Internacional anunciaram hoje terem assinado um acordo que prevê que o banco central português empreste 1.060 milhões de euros à instituição sedeada em Washington.

Eva Gaspar
egaspar@negocios.pt

O acordo enquadra-se no compromisso assumidos pelos países da União Europeia – assim como pelas maiores potências mundiais – de reforçarem os meios à disposição do Fundo, com os quais a instituição presidida por Dominique Strauss-Kahn poderá socorrer os países mais castigados pela crise financeira e pela recessão económica mundiais.

Com este acordo, Portugal cumpre a sua quota-parte do compromisso assumido pela UE em Março de 2009, na sequência dos acordos do G20, de contribuir para um aumento em 75 mil milhões de euros da capacidade de financiamento do FMI.

Até ao momento, os acordos firmados pelos Estados-membros europeus permitiram reforçar a “tesouraria” do FMI em 50 mil milhões de euros.

[Jornal de Negócios]

Só uma perguntinha: o que está contecendo? Por que os portugueses se queixam? Estão parecendo os brasieliros. Por aqui tambem se emprestou dinheiro ao FMI. Lembro do tempo em que dever para o FMI era sinal de pobreza…e agora? Ficamos ricos?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s