Beijar faz mal

Esta é a manchete que me chega através de uma revista que assino pela net. Claro que só uma manchete desse teor me faria abrir o artigo e ler.
O poder da manchete é infinito. Outra manchete que me levou a aguardar por semanas a exibição de um programa pelo Discovery foi “Homem grávido”. Claro que eu queria saber até onde a ciência tinha caminhado. Mas a desilusão chegou antes de o programa ser exibido. Durante as chamadas do programa um homem meio esquisito tirava uma camiseta o que deixava antever cicatrizes na altura do seio. Bom, fiz minha “contas” e cheguei à conclusão que só podia tratar-se de um casal de lésbicas, em que uma havia tomado tanta testosterona que tinha barba… Na realidade não sei se era isso. Demorou tanto tempo para ser exibido que eu desisti. Não sei se era homem ou mulher o tal grávido. Lembro de uma senhora há alguns anos ter engravidado no abdómen, então…tudo é possível.
Grandes manchetes nem sempre trazem grandes notícias. Esta é uma delas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s